E que tal calefação?

Já pensou como funciona o aquecimento nos países em que a o frio dura o ano todo (ou quase todo)? Você chega no espaço e de repente o interior é agradavelmente quente, parece até que eles sofrem menos que a gente com o inverno, mesmo estando 10 graus mais frio. Tudo isso se deve ao sistema de calefação, quer entender mais um pouco sobre isso? Vamos lá.

A Calefação

O sistema de calefação nada mais é que uma rede de água quente que corre através de tubulações pela residência, distribuindo calor pelo piso ou por radiadores. O segredo está em como aquecer essa água, e em fazer uma rede resistente e bem distribuída na residência. Na residência GJAB foi previsto e instalado um sistema de calefação central, onde tivemos a oportunidade de acompanhar a instalação e o funcionamento do mesmo.

A primeira questão é que você precisa de uma espaço para a caldeira. A caldeira é um motor, movido a gás ou combustível (diesel), que efetivamente aquece a água de uma maneira muito rápida, e a partir disso a água pode ir direto aos radiadores, para o piso ou para ambos. Quando ela vai para o piso, é através de uma tubulação específica pressurizada que fica no contrapiso. Essa rede aquece todo o piso e transforma ele em um piso radiante de calor, o que praticamente dispensa o uso de radiadores nessa área. Esse tipo de solução funciona melhor em pisos frios, como porcelanato e cerâmicos. Se for um ambiente com piso naturalmente mais quente, como laminado, vinílico ou madeira, o melhor é optar por radiadores.

O segundo destino possível da água é para os radiadores, que com a circulação de água quente, aquecem e liberam calor dentro dos ambientes. Os radiadores devem ser posicionados estrategicamente em áreas em que a casa costuma perder mais calor, como janelas ou outras aberturas. Assim como o ar condicionado (que é prioritariamente utilizado para o resfriamento) deve ficar no alto, pois o ar frio é mais denso e desce, os radiadores devem ficar mais próximo do piso, pois o ar quente é menos denso e sobe. A tecnologia nos radiadores deixam o espaço quente, porém sem risco de causar uma queimadura ou um incêndio.

Um outro conforto dos sistema de calefação é que no banheiro, além da possibilidade de aquecer o piso, existem toalheiros que servem de radiadores e que, além de aquecer o espaço, secam a sua toalha. Toalha seca e quentinha é um sonho de quem convive num clima tão úmido como esse do fim do fundo da América do Sul.

Além disso, o sistema de calefação pode servir para aquecer a água do banho da sua casa, mas não é tão simples. Como não podemos misturar a água da calefação com a potável,é criada uma tubulação separada que traz a água do reservatório e faz ela passar em uma serpentina dentro da caldeira para aquecer. Isso é muito bom se funcionar conjugado a um outro sistema, como solar ou a gás, e com um reservatório térmico exclusivo para a água quente. Se for o único sistema de aquecimento de água potável da casa, você precisará fazer a caldeira funcionar o ano todo, o que não seria necessário no nosso verão, causando gastos excessivos.

A opção pela calefação exige um acompanhamento técnico e uma empresa responsável que faça a instalação e manutenção do sistema, pois não é um investimento baixo. Mas é com certeza o sonho de consumo no nosso inverno. Nada de andar encolhido em casa!!

Pedimos para o cliente fazer um relato de como está sendo a sua experiência com a Calefação:

Eu sou Gustavo Biasi, cliente da LP Arquitetos.
Trago aqui, brevemente, algumas opiniões e impressões em relação à nossa experiência com sistema de calefação residencial. A ideia da calefação surgiu de uma busca por conforto por parte minha e da minha esposa. Conforto? Sim, porque na verdade o que se busca com a calefação é um conforto, o conforto térmico. De sair de um banho sem passar frio, de poder frequentar os ambientes da casa sem necessidade de grande quantidade de roupas, de poder ficar mais à vontade dentro da casa no inverno.

Notamos essas vantagens durante viagens, antes mesmo de projetarmos a nossa casa. Percebíamos o quão agradável era ficar dentro dos ambientes com aquecimento por calefação, e o quão ruim era sair deles. Então, quando começamos o projeto, esta foi uma das nossas solicitações junto aos arquitetos. O sistema da calefação da nossa casa é com uma caldeira que é aquecida por diesel. Na nossa residência, temos áreas em que o aquecimento foi instalado no piso e outras que funcionam com o sistema de radiadores. Ambos têm suas vantagens e desvantagens.

O sistema é muito fácil de ser usado. Pode ser ligado diretamente nos ambientes, através de um controle que fica na parede, onde se pode escolher e temperatura do ambiente,
programar horários para ligar ou desligar, ou através de aplicativo no smartphone (o qual tem as mesmas funções). Este último, inclusive, permite que se ajuste a temperatura da casa mesmo estando longe dela. Quando se chega em casa, a temperatura já está agradável. 

Esse inverno de 2020 vai ser o segundo em que teremos experiência com calefação. Sem dúvida o conforto térmico é muito superior ao dos aparelhos de ar condicionado. Os custos com a reposição do diesel também são menores do que a luz que gastaríamos com o ar condicionado. Claro, que o investimento inicial na calefação não é baixo. Esse, na verdade, é o grande obstáculo para instalação do sistema. Deve ser uma decisão individual, pensando no custo x benefício para cada pessoa. Nós com certeza não nos arrependemos. Tem sido uma experiência bastante agradável para a família.

Residência GJAB - 01 - capa

Quer conhecer um pouco mais sobre o projeto – veja aqui neste post ou no nosso site

Escrito por

Gaúcho, Santa Mariense, Arquiteto e Urbanista que um dia foi anarquista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s