7 pontos para analisar na compra de um apartamento

Apesar das novas gerações serem um pouco nômades, tendendo a alugar apartamentos e se mudar constantemente, chega um momento no qual muitos decidem estabelecer raízes, mesmo que por um período específico, somente. Comprar um imóvel é um momento importante, muitas vezes é um sonho sendo realizado. Acreditamos que alguns itens devem ser levados em conta na escolha do imóvel. Como já estamos há quase uma década trabalhando com apartamentos, vamos listar 7 pontos para  você levar em conta na aquisição de um bem deste tipo:

1 – Registro do imóvel

Ainda vivemos em um país de cartórios e registros, portanto é importante analisar  o registro do imóvel. A matrícula traz informações importantes, como quem é o proprietário atual, se existe algum financiamento, além da data que foi emitida, indicando a real idade do imóvel como um todo. Além disso, na matrícula estão as área privativas e totais, além da sua fração ideal. Vale lembrar que área privativa é a área do perímetro externo do apartamento, e área total engloba também a área comum proporcional à sua fração ideal. As garagens têm suas próprias escrituras e, portanto, matrículas separadas, não entrando nessa contagem. Com a análise do registro de imóveis você pode averiguar se o que está sendo anunciado é de fato o real. 

Explico um pouco mais sobre as áreas e escritura aqui neste post – https://40equatro.com/2017/07/04/descomplicando-diferenca-entre-a-area-util-privativa-e-total/

2 – Estrutura do condomínio

A estrutura do condomínio influencia não só pelo lazer proporcionado, como influenciará diretamente no seu bolso. Perguntar somente quanto é o condomínio não é suficiente. Procure observar a condição geral do edifício,  analise as condições das escadas, circulações e área comuns de lazer (se existirem), o estado delas anunciará quando poderá ser a chamada extra para  fazer uma reforma. Condomínios com áreas de lazer e portaria tendem a ter condomínios mais caros, mas podem ajudar você a economizar no clube ou academia.

Outro fator importante é o revestimento do edifício. Edifícios pastilhados, com revestimento cerâmico exigem menos manutenção, as pastilhas tendem a durar mais de 30 anos, enquanto a pintura não passa muito de  5 anos. Isso influencia nas chamadas extras, pois facilmente uma pintura de um edifício de porte médio (10 pavimentos) chega aos 50 mil reais. Divida este valor pela sua fração ideal e saberá o quanto custaria uma pintura para você. Tudo está relacionado com a idade do imóvel, edifícios mais novos podem ter chamadas extra para mobiliar hall, salão de festas e academia, porém não terão manutenção elevada. Certifique-se dos planos do condomínio com o síndico.

Piscina do Residencial Tom Jobim – LP arquitetos

3 – Método construtivo

Saber o método e material construtivo da edificação é fundamental, certifique-se que você sabe o método e procure saber também qual foi a construtora.  Edificações em alvenaria estrutural, por exemplo, não podem ter paredes removidas, logo uma reforma muito radical pretendida por vocês pode não acontecer. Se a edificação for convencional, com estrutura de concreto, veja se consegue uma planta com pilares e vigas, vai ajudar a não ter surpresas na hora da reforma. Aqui em Santa Maria e em alguns outros locais do Brasil foi muito comum por um período um método construtivo de alvenaria portante para prédios de até 4 pavimentos, onde os primeiros pavimentos acima dos pilares da garagem são de tijolo maciço, e os outros são de tijolos furados, sem pilares, somente com uma viga de cintamento. Esse método, além de não possuir norma técnica regulamentando (até onde eu conheço), também não permite remoção de paredes. Entenda mais sobre os métodos aqui.

4 – Análise do forro (teto)

A condição geral do apartamento precisa ser revisada, mas gostamos de chamar atenção para o teto, é nele que aparecem mais facilmente infiltrações e manifestações patológicas. Além disso, verifique se o teto é laje rebocada ou forro de gesso, pois a laje não vai permitir uma distribuição tão boa de iluminação, enquanto o forro de gesso permite que você faça um projeto luminotécnico sem muitos custos. Aproveite e verifique a altura dele, para certificar-se de que seus armários mais altos vão caber, pois o  forro de gesso tendem a diminuir o pé direito.

Aqui no site da LP arquitetos você pode ver dois projetos que não tiverem o forro de gesso modificado, mas ele foi aproveitado para fazer o projeto luminotécnico. É o Apartamento ECO e o Apartamento MB.

Apartamento ECO – Reforma sem modificação de gesso, distribuindo iluminação

5 – Banheiros e cozinha

Esses locais são os principais pontos de intervenção em uma reforma. O revestimento cerâmico costuma durar mais do que o nosso gosto permite, então se não estiver com problemas, pode ser que não agrade visualmente você. Verifique se a reforma vai ser grande, sê é todo o revestimento e louça que precisariam ser trocados ou somente uma parte. O projeto arquitetônico às vezes pode propor remover somente uma parede ou duas e “tapar” o restante com mobiliário. Na cozinha a relação é mesma, analise o que de fato vai aparecer depois do mobiliário. Outro ponto neste item é verificar se existe aquecedor de passagem à gás, ou se o chuveiro e torneira de cozinha são elétricos. Isso representa um conforto, principalmente no inverno. No nosso instagram da para acompanhar projetos de banheiros e cozinhas, com pouca ou bastante intervenção.

6 – Insolação

Insolação é fundamental, ainda mais na nossa região (Rio Grande do Sul), onde o sol tem um ângulo de incidência que varia muito entre inverno e verão. Sem sombra de dúvidas a melhor orientação é o norte, pois no verão o apartamento pega pouco sol e no inverno muito. Mas é claro que isso é pessoal, pode ser que você prefira um apartamento sul, que será mais fresquinho no verão, porém mais frio e úmido no inverno. Os apartamentos no geral não tem só uma insolação, então isso varia muito. Na nossa opinião, procure dormitórios que peguem sol (leste e norte, preferencialmente), pois ar condicionado é razoavelmente barato de colocar, porém resolver mofos e ácaros é bem mais complicado e pode afetar diretamente nossa saúde. Aqui tem uma matéria sobre o assunto.

7 – Equipe de confiança

Procure trabalhar com corretores de confiança, que você conheça ou que foram indicados por pessoas que você confie, eles poderão te atender melhor e procurar o melhor para você e não para o resultado mensal dele. Sempre que possível peça opinião de um profissional, arquiteto ou engenheiro, ele pode, em alguns minutos, mostrar soluções e dar uma ideia do custo estimado da reforma para você colocar junto no preço do imóvel. Às vezes um imóvel novo tem um valor final menor que um mais antigo.

Aproveite as dicas e conheça nosso projetos de apartamento no nosso site e nas nossas redes sociais. – http://www.lparquitetos.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: