A quarentena e o futuro do mercado imobiliário

A quarentena e o convívio com o vírus, e a consequente necessidade de constante higienização, afeta toda a sociedade. Já falamos sobre as mudanças prováveis em casas e apartamentos, em um post, e sobre edifícios em outro. Hoje, vamos falar de mercado imobiliário. Nossa relação com ele é bem próxima, projetamos casas, edifícios, e estamos sempre em contato com corretores e construtores, acompanhando os movimentos do setor, mas sabemos que mercado imobiliário é algo complexo e com vários fatores que interferem.

Acredito que no longo prazo, a sociedade e os negócios vão voltar ao normal, ou ainda serão modificados sob influência de outros fatores, tendo em vista que o mercado imobiliário é um reflexo da sociedade e principalmente da economia. Mas acho que ainda assim temos alguns itens para pensar neste momento, à luz das discussões atuais, pautadas pelo Coronavírus.

1 – Apartamentos pequenos?

         Tenho dúvidas sobre a aquisição de apartamentos pequenos com grande áreas condominiais e pouca área privativa. Não acho que esse tipo de imóvel vá deixar de ser vendido, mas acredito que, no curto prazo, possamos ter outros produtos tendo uma maior valorização. Isso principalmente levando em conta o alto custo do condomínio e o fato de que agora, pelo menos por um tempo, estes espaços coletivos terão regras mais restritas de uso. Ficar confinado em apartamentos tão pequenos, pode fazer com que os usuários repensem suas escolhas. Por outro lado, muitos desses apartamentos são alugados e os proprietários são investidores, e estes podem tanto continuar comprando como terem seu ímpeto de investir reduzido pelos efeitos da crise econômica gerada pela pandemia, ou seja, é tudo bastante imprevisível.

2 – Vamos morar em casa?

         Muita gente pensou “como seria melhor se eu estivesse em uma casa”, durante este período de isolamento social causado pela pandemia. Pois bem, imagino que possamos ter um aumento na demanda de casas. Isso não é só porque é ruim ficar trancado em um apartamento, mas também por que muitos ficaram em home office, e olha só, perceberam que podem trabalhar alguns dias em casa, o que leva à possibilidade de morar mais afastado do centro ou de onde trabalham atualmente. Com as cidades mais vazias, possivelmente vamos esquecer um pouco o problema do trânsito, e esse pode ser visto como mais um ponto positivo para quem está refletindo sobre a aquisição da casa. Isso para quem pode né, é claro! Este fator, no entanto, será transitório, pois tão logo tudo isso passe, a tendência é o trânsito voltar ao normal, tendo em vista que, infelizmente, não há grandes investimentos em mobilidade urbana e meios alternativos de locomoção. 

3 – Cenário Econômico

         Não tem como saber o tamanho da crise, e quais serão as políticas econômicas do governo, mas imaginando uma taxa de juros baixa, junto com o movimento dos bancos públicos que querem disponibilizar recurso para a construção civil através de crédito, podemos ter uma boa retomada no setor. Quem tem dinheiro não achará rentável deixar no banco, devido à baixa taxa de juros, e muito menos estável deixar no mercado variável, o que poderá impulsionar fundos imobiliários e investidores da construção civil. Mas tenho ciência que essa análise é muito mais complexa do que eu posso enxergar.

Tenho visto algumas lives, e palestras sobre mercado e construção civil, e por incrível que pareça, tem sido em um tom mais positivo do que negativo. Os gestores das empresas aparentam confiança, o que tem me animado ultimamente. Vamos ver o que nos espera logo mais à frente!

Escrito por

Gaúcho, Santa Mariense, Arquiteto e Urbanista que um dia foi anarquista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s