Esquadrias são os olhos da edificação

Semana passada fomos convidados a participar de uma pequena conversa com o pessoal da empresa Alubra. Era uma ação de marketing visando colocar mais conteúdo e explicar um pouco mais sobre a empresa e também o trabalho de criação do escritório. Em breve os vídeos estarão no ar no canal da Alubra no instagram.

A Alubra é uma empresa com mais de 15 anos no mercado de esquadrias de alumínio e PVC. A sede fica em Caxias do Sul, mas ela tem atuação estadual, com forte participação no mercado aqui em Santa Maria. Vários prédios e casas projetadas pela LP arquitetos possuem esquadrias da Alubra, já especificamos PVC e alumínio, acabamentos tanto em branco como em preto, e sempre fomos muito bem atendidos.

Na conversa com o apresentador Douglas Mann, refletimos um pouco sobre as esquadrias e a relação que elas têm com as edificações, chegando à conclusão que muito da expressão “os olhos são a janela da alma” (Edgar Allan Poe) é válido para as edificações também, podendo ser adaptada para algo como “as janelas revelam a alma da casa”.  É através das esquadrias que se enxerga a vida dentro de uma edificação, que se vê ela sendo ocupada, e é a partir delas que os moradores enxergam a cidade. De certa forma escolhemos, como arquitetos, por onde o mundo vai adentrar o espaço para quem o habita. 

Desde o começo da nossa história na LP arquitetos, buscamos fazer essa reflexão e ressignificar o tipo de esquadria a ser utilizada em cada espaço. Essa relação externa interna está presente desde nosso primeiro grande projeto, o Residencial Olavo Bilac, onde criamos algumas janelas com peitoril baixo que permitem uma perspectiva diferente de dentro para fora, possibilitando inclusive às crianças olhar para fora. E não paramos só nele, no Residencial Monteiro Lobato, que também recebeu esquadrias da Alubra, trabalhamos com algumas janelas com peitoril baixo e com parte superior de correr com 3 trilhos, permitindo mais abertura e integração exterior e interior.

Evoluindo essa relação e nossa reflexão, estão o Residencial Solar das Oliveiras e o Residencial Tom Jobim, onde refletimos sobre o fechamento de sacadas que ocorre nos edifícios e escolhemos dar possibilidade já no projeto para que a sala virasse uma sacada, colocando esquadrias com 6 folhas e 3 trilhos, com peitoril baixo de alvenaria (40 cm) e um peitoril de alumínio externo, que traz segurança e cria o efeito da sacada. Em ambos projetos, as grandes janelas abrem para a rua, onde tem melhor vista, e criam uma relação com a vizinhança, como uma sacada deve fazer, trazer a rua para dentro do espaço.

No mesmo Tom Jobim e no Solar das Oliveiras, as esquadrias servem também para enquadrar a vista. Estas foram escolhidas e posicionadas para isso, para que o morador crie e conserve uma relação com a paisagem da cidade, ainda mais em Santa Maria, que temos as incríveis vistas do pampa, de um lado, e dos morros, de outro. 

As esquadrias também servem para mostrar ou valorizar um detalhe de projeto, como uma  área com de pé direito duplo. Na residência GJAB, por exemplo, o pé direito duplo é valorizado pela esquadria que cruza toda a fachada. Como existe incidência solar direta, ela é de PVC e possui vidro duplo, aumentando o conforto interno da residência. Mais um exemplo de como as aberturas, as esquadrias, mostram o uso e a ocupação da casa/edificação.

As esquadrias dos dormitórios, em prédios e casas, também são pensadas para uma melhor conexão interior e exterior, focando mais em orientação solar e privacidade: norte e leste são as melhores insolações para os dormitórios. Já nas sacadas, costumamos usar um baixo peitoril de alvenaria, completando o restante com vidro, permitindo que quem esteja sentado, veja para fora, ampliando a vista e a conexão entre morador e cidade/paisagem.

No fim, ao ver um prédio pronto você pode pensar que as escolhas são aleatórias, mas analise com mais cuidado. Boas escolhas às vezes são creditadas ao acaso, mas na realidade a gente está sempre pensando em várias relações, incluindo a disposição das esquadrias em relação à orientação solar e visuais de interesse.

Conheça o trabalho da Alubra aqui, aproveite e veja também o canal do Douglas Mann.

Escrito por

Gaúcho, Santa Mariense, Arquiteto e Urbanista que um dia foi anarquista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s